FINALMENTE CONHECI MINHA MÃE

Um dia no ônibus, quando eu estava com uns 28 anos, eu tive um insight: “nossa, minha mãe me teve com essa idade!”   Depois de alguns segundos de reflexão, veio o pensamento: “aaaff imagina eu ter filho agora? Não estaria pronta nunca”.   Nesse dia eu vi, pela primeira vez, minha mãe como mulher e não como a minha super-heroína.   Eu

FINALMENTE CONHECI MINHA MÃE2020-11-11T21:21:02-02:00

QUER SABER? ME ARREPENDO SIM!

Quer saber? Me arrependo sim. Me arrependo de ter me formado em jornalismo mesmo sabendo, desde o segundo ano, que aquele não era o meu caminho. Me arrependo de não ter feito tatuagens antes, de ter sido tão responsável e metida a adulta desde criança. Me arrependo dos mil porres que não tomei nos meus vinte e poucos anos por estar preocupada demais com

QUER SABER? ME ARREPENDO SIM!2020-10-06T20:15:31-02:00

SUPER-HEROÍNA

Um dia no ônibus, quando eu estava com uns 28 anos, eu tive um insight: “nossa, minha mãe me teve com essa idade!” Depois de alguns segundos de reflexão, veio o pensamento: “aaaff imagina eu ter filho agora? Não estaria pronta nunca”. Nesse dia eu vi, pela primeira vez, minha mãe como mulher e não como a minha super-heroína. Eu sempre admirei demais

SUPER-HEROÍNA2020-09-04T00:55:04-02:00

ALÉM DOS CICLOS DA VIDA

Por muito tempo eu acreditei que depois de toda felicidade vinha uma fase ruim. Como se a vida fosse uma roda gigante e a gente sempre fosse pra cima e pra baixo, em ciclo constante em que a fase boa sempre dá lugar a uma fase negativa. . Então, imagina! No meio da minha alegria eu já começava a sofrer imaginando o pior!!

ALÉM DOS CICLOS DA VIDA2018-06-06T22:25:18-02:00

DUALIDADE EXISTENCIAL

Meu melhor amigo é um italiano que mora nas montanhas no sul da França. A gente se conheceu quando eu estudei fotografia em 2008 e, ao longo dos anos, ele decidiu viver o sonho da Elis Regina: uma casa no campo com discos e livros e nada mais. ⠀ Tem uma parte minha que também quer isso: sossego. Como uma bela de uma

DUALIDADE EXISTENCIAL2018-06-06T23:00:43-02:00

SENTIMENTOS

Dá raiva, ódio, aperto no peito, dor na garganta. Sobe um calafrio que deixa a testa suada e as mãos geladas. A cabeça vai contando histórias que parecem tão reais que você, mesmo sem querer, vai acreditando em todas elas. . “Você é uma idiota” “Você tá sendo passada pra trás” “Você vai acabar sozinha, sem dinheiro, sem nada” . A cada pensamento,

SENTIMENTOS2018-06-06T22:36:15-02:00

QUEM SE CURA NUNCA SE CURA SOZINHO

Eu sei que às vezes parece, mas o mundo não é cruel. O mundo só é. Sim, tem muita injustiça, desconexão, maldade - mas tudo isso faz parte do mundo. É o que ele é. Nosso propósito não é consertar o mundo e, muito menos, reclamar do mundo. Nossa missão é ser amor quando tudo o que a gente vê é dor. É

QUEM SE CURA NUNCA SE CURA SOZINHO2018-06-07T22:26:16-02:00

SEM JULGAMENTOS, SÓ AMOR

Hoje deu ódio. Por motivos idiotas eu fiquei com tanta raiva que me deu até aperto no peito. Aí aconteceram duas coisas. 1) vontade de espalhar esse ódio por aí. Xingar, culpar, machucar quem se enfiasse no meu caminho. Coisa do modelo inconsciente que pensa “se eu estravazar vai passar e não vai doer tanto”. Estavam por perto: meu marido e minha mãe

SEM JULGAMENTOS, SÓ AMOR2018-06-07T22:36:00-02:00